Trail Running Brasil

Campeão norte-americano de trail running decide amputar perna fraturada após acidente

Por Redação
26/10/2016 - 15:35 - geral

Fonte: Competitor.com
Autor: Brian Metzler

O trail runner campeão Dave Mackey postou um notícia dramática em sua perfil no Facebook sobre sua longa recuperação de um acidente durante um treino nas montanhas em maio de 2015. Após mais de 16 meses de cirurgias, fisioterapia e complicações contínuas, o trail runner de 46 anos anunciou que decidiu amputar abaixo do joelho sua perna esquerda.

Mackey caiu de um pedra e rolou por cerca de 6 metros, quebrando sua perna esquerda. Após sete cirurgias durante 3 semanas de internação, o atleta retornou para casa com uma estrutura de ferro externa para ajudá-lo a andar. Mesmo com a possibilidade de conseguir andar, ele ainda tinha problemas de mobilidade, infecções e dor constante.

Mais outras cirurgias - incluindo a mais recente há 3 meses - o ajudaram a andar sem bengala. Mas as complicações continuaram e o colocaram na situação de escolher entre mais cirurgias ou amputar a perna. Ele conversou com inúmero médicos, assim com a sua familia e amigos, e decidiu pela amputação no dia 01 de novembro.

Mackey, corredor patrocinado pela Hoka que trabalha como médico-assistente, venceu campeonatos norte-americanos de trail running nas distâncias de 50 Km, 50 Milhas e 100 Km e também a Montrail Cup Trail Running Series em 2004 e 2011. Ele foi escolhido duas vezes como ultra runner do ano nos EUA com uma longa lista de vitórias em trail running e corrida de aventura, mais uma grande quantidade de recordes.

Em 2007 se tornou o primeiro trail runner a correr o famoso percurso rim-to-rim-to-rim no Grand Canyon abaixo de 7 horas (42 milhas em 06h59h56).

Apesar de consegur pedalar há mais de um ano, ele não consegue correr, sem falar de caminhar sem mancar um pouco. Ele disse que seu maior interesse é recuperar sua saúde e ficar sem dor, e acredita que ao colocar uma prótese, ele poderá retomar sua vida como era antes do acidente. Se tudo correr como planejado, ele poderá correr, esquiar e andar com seus filhos até a escola sem dor.

Segue a postagem de Mackey (tradução livre):

"Foram 16 longos meses desde a queda em Bear Peak perto de casa, causando uma fratura exposta na tibia/fíbula na minha perna esqueda. O longo resgate foi seguido por 13 cirurgias, incluindo o enxerto de pele, músculo e osso, limpeza do locais contaminados pela cirurgia, ter um estabilizador externo (pense num 'pulmão de ferro', só que do lado de fora da perna) por três meses e infecção no osso (que ainda existe). Consegui alcançar um grau de sucesso em mobilidade e algumas melhoras. Eu fui de não conseguir andar, a me descolar com uma bengala em julho, e agora, sem a bengala. Correr não tem sido uma opção até agora. Conseguir pedalar uma mountain bike todos os dias é quase uma liberdade. Mas ainda sinto dor quando ando e sinto latejar à noite, e agora uma haste intramedular está solta e enxerto está se monstrando que não está denso.

Portanto estou numa encruzilhada. Devo ir em frente com mais cirurgias com grandes chances de não dar certo? Mais tempo com o estabilizador externo infernal? E ainda assim, sempre terei dor.

"Mas há outra solução, definitiva, não reversível, para estar 100% de como estava antes do acidente e praticamente sem dor completamente. Há uma maneira de chegar nessa situação e eu escolhi esse caminho. Isso vai significar a liberdade, se eu escolher, de poder andar com as crianças até a escola sem me preocupar, esquiar, correr em 6-8 semanas, competir novamente, até mesmo bater o recorde em esteira de Mike Wardian (ok, isso Não vai acontecer). Então a grande notícia é que na semana que vem eu terei a parte baixa da minha perna esquerda amputada abaixo do joelho aqui em Boulder.

"Conversei extensivamente com cirurgiões ortopédicos e outros profissionais da saúde e companheiros de trabalho sobre minhas opções. E existem outras opções cirúrgicas além da amputação, mas as chances de sucesso são baixas e sinto que é hora de seguir em frente. Por ser abaixo do joelho, é uma 'boa' amputação a fazer. A tecnologia das próteses é incrível nos dias de hoje, e melhorando a cada dia, portanto estarei nas montanhas como antes com minha familia e amigos, para completar ou competir em provas novamente, com a possibilidade de correr qualquer distância.

"Haverá uma espécie de festa no dia 31 de outubro (bem apropriado) em Boulder... então venha e junte-se a nós se estiver por perto" TBA. Obrigado a todos que me ajudaram nesse processo. Há 100 pessoas que devo agradecer e também à Hoka One One por permanecer comigo."

Mackey ganhou a reputação de ser um concorrente incrivelmente forte na corrida em trilha, corrida de aventura e escalada, mas também um atleta que é modesto e de bom coração.

"Isso pode significar que ele pode competir em esportes de novo em algum momento, mas nada como poder levar seus filhos até a escola e estar livre de dor", disse Bob Africa, um amigo e parceiro de treino de longa data. "Tem sido uma longa jornada para ele, mas este será um grande passo para Dave e todos nós estamos aqui para apoiá-lo. Não há dúvida em minha mente que ele vai continuar a fazer grandes coisas depois disso."

 

Link original: running.competitor.com/2016/10/news/trail-runner-dave-mackey-decides-to-amputate-injured-left-leg_157809

publicidade
publicidade
Redes Sociais
Sites Parceiros
Digital Pictures
Fotografia
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente